Collem – O desafio da concretagem ininterrupta

A execução de 800 m³ de concreto em uma única etapa foi um desafio e, para superá-lo, foi fundamental a experiência e conhecimento de nossa equipe técnica, assim como o planejamento da logística do fornecimento e lançamento do concreto. Todas as etapas seguiram as normas técnicas aplicáveis e todos os controles tecnológicos e ensaios de qualidade exigidos.

Contamos com a parceria de nossos fornecedores e consultores especializados. A especificação do traço do concreto foi elaborada considerando as propriedades físicas e químicas do cimento e agregados que o compõe, além da definição dos aditivos para garantir a trabalhabilidade durante o lançamento e a cura lenta do concreto. O objetivo do traço era proporcionar a aplicação rápida do concreto e também evitar que a massa concretada atingisse temperaturas muito altas durante o processo de hidratação do cimento, (cura).

A concreteira disponibilizou então 3 centrais de concreto, 22 caminhões betoneiras e 3 bombas lanças, que trabalharam por 11 horas ininterruptas, exclusivamente para esta concretagem. Sem estas parcerias o nosso desafio seria muito maior.

A logística da concretagem foi preponderante para o nosso sucesso. Estudamos a localização das bombas lanças, os acessos de entrada e saída dos caminhões ao local da concretagem, a localização dos pontos de controle e testes do concreto fresco, além do plano de concretagem propriamente dita.

Recebemos, controlamos e lançamos aproximadamente 9 caminhões betoneira por hora, num total de 96 caminhões em 11 horas. O planejamento levou em conta uma reserva de todos os equipamentos necessários à concretagem, incluindo uma bomba lança, gerador de energia, torres de iluminação, além de uma equipe de colaboradores, tudo à disposição para sanar qualquer eventualidade.

Durante a concretagem foram preparados 5 pontos para o controle da temperatura no interior da peça nas 96 horas subsequentes. Este controle foi fundamental para minimizar a fissuração durante a retração do concreto.

Para a cura foram utilizadas mantas umedecidas e toda a peça foi coberta provisoriamente para evitar a incidência de luz solar direta.

Agradecemos à parceria da Geramix, (fornecimento do concreto), ao Professor Esdras Poty de França (Tecnologista de concreto), à equipe técnica da Collem Construtora e a confiança da Fassa Bortolo.