Considerando o atual cenário do coronavírus (COVID-19), bem como as recomendações das autoridades de área de saúde e sindicatos, a Collem implantou em suas obras e em seus escritórios as seguintes medidas de contenção da transmissão:

• Disponibilizar álcool gel e orientar sobre seu uso;
• Intensificar as orientações no âmbito das obras/empresas com folhetos, cartazes e palestras para pequenos grupos sobre prevenção (ex. DDS);
Orientar sobre as formas de contágio e pontos de atenção (higienização das mãos, evitar levar a mão ao rosto, higienizar celular, não compartilhar pratos, copos ou talheres, etc);
• Garantir espaço que permita manter a distância mínima entre os funcionários durante as reuniões de DDS;
• Higienizar com solução de cloro catracas, equipamentos de segurança e ferramentas, bem como demais itens de uso comum e áreas de contato (corrimão, maçanetas, guarda-corpo etc);

• Uso de termômetros nas portarias das obras, liberando para o trabalho apenas os trabalhadores que não apresentem alteração de temperatura;
• Instalação de lavatórios na entrada das obras para facilitar a higienização dos colaboradores antes do início da jornada e após a jornada;
• Orientar os colaboradores que apresentarem febre, dor de garganta, coriza e tosse a avisar ao gestor ou ao técnico de segurança para receber orientações;
• Gerenciar eventual grupo de risco, conforme recomendações das autoridades de saúde pública;
• Realizar o mínimo de reuniões presenciais e fazer aquelas que forem estritamente necessárias em locais abertos, observando a separação entre as pessoas;
• Priorizar meios virtuais para comunicações e remessa de documentos, evitando contato pessoais;
• Estudar soluções de transporte para os colaboradores;
• Alternar o uso de espaços comuns, como refeitórios, locais de descanso e demais locais de convivência, para diminuir a aglomeração de pessoas;
• Orientar aos gestores e aos subcontratados que notifiquem qualquer afastamento que ocorrer por suspeita da doença;

Estamos acompanhando as recomendações das autoridades de saúde públicas (Secretaria de Saúde de MG, Ministério da Economia e OMS) e SINDUSCON-MG e atualizando constantemente nossos procedimentos no intuito de minimizar os riscos de transmissão do Coronavirus.